Segunda, 13 Novembro 2017 10:43

PRÊMIO NACIONAL DE LITERATURA

Escrito por
Avalie este item
(1 Voto)

CIRCULISTA VENCE O PRÊMIO NACIONAL DE LITERATURA DO SINDI-CLUBE

Foi realizado em 13 de novembro, no Club Athletico Paulistano, o Prêmio Nacional de Literatura dos Clubes, evento organizado pelo Sindi-Clube em parceria com a Academia Paulista de Letras (APL), que formou uma comissão julgadora composta por especialistas em cada gênero literário para analisar os textos inscritos.
Entre os 256 inscritos de 65 clubes participantes, o associado Márcio Luiz de Campos Marques foi o primeiro colocado na categoria Crônicas, com o texto “Meu ego na primeira sessão de terapia”.
“Eu não sei o que dizer de mim. Eu não sou uma mulher. Eu não tenho menos de cinquenta anos. Eu não sou alto. Não sou bonito nem feio. Eu não sou solteiro nem separado e nem viúvo. Eu não sou filho único. Eu não tenho mais a companhia de meu pai, mas não sei como seria a minha vida sem ser pai.
Não tenho problemas crônicos de saúde. Como todo mundo, não deixo de apresentar, vez por outra, uma dorzinha aqui, um mal-estar lá. Afinal, não estou morto.
Ainda bem que eu não estou desempregado. Não vivo para o trabalho, mas não gosto de ficar à toa. Não frequento nenhuma instituição de ensino formalmente, porém, não deixo de aprender coisas novas sobre temas de meu interesse.
Jamais perco uma boa oportunidade para viajar, quando posso, para ler um bom livro, quando encontro, e para ver um bom filme, quando aparece.
Milhões, eu não tenho. Mas também não passo fome nem deixo de pagar minhas contas e arcar com meus compromissos. Geralmente não sobra muito no final do mês, entretanto, não deixo de guardar alguns trocados para curtir a vida. Ninguém é de ferro, nem eu.
Meu paladar não é muito variado. Eu não como muita coisa. Não que eu seja enjoado, que não goste e nem experimente muitos pratos diferentes, mas na minha mesa não pode faltar um prato de arroz com feijão e nem uma carninha.
Gordo eu não sou. Não deixo de fazer exercícios e praticar algum esporte. Porém, nada muito radical. Não gosto de ficar muito tempo sem curtir meu futebolzinho. Não sou fanático, mas não torço para outro time que não seja o meu.
Certeza, nessa vida, não tenho nenhuma, muito menos se terei outra vida além dessa. Aliás, como não tenho certeza de nada, não gosto muito das pessoas que têm. Não que eu seja intransigente, é que eu não tenho muita paciência, não sou muito calmo, mas não creio que seja muito diferente de quem quer que seja.
Não tenho ciúmes ou inveja. Não sou dono de ninguém e não quero o que o outro tem. Não preciso de muito para viver. Não me faltando um certo conforto, não me preocupo, não posso dizer que não durma em paz. Aliás, eu não deixo de dormir de jeito nenhum, não que eu não tenha cá os meus problemas, entretanto eles não me tiram o sono.
Medos eu não nego que os tenha. Não suporto injeções e alturas muito elevadas. Mas não posso dizer que um dia não faça uma loucura qualquer, só não acredito que vá fazer uma tatuagem ou pular de bungee jump.
Eu não nego as minhas dúvidas, não tenho certeza de nada. Eu não imagino o que você está pensando de mim, afinal eu não o conheço e você não sabe muito a meu respeito.
Não sei muito bem o que estou fazendo aqui. Não quero te importunar falando de mim e tomando o seu tempo. Por isso não me alongo mais.
Eu não tenho problema nenhum.”
A Diretoria Cultural parabeniza o Sr. Márcio pela sua classificação.

Lido 710 vezes Última modificação em Segunda, 30 Julho 2018 00:25
Com Soc

Site do Círculo Militar de São Paulo
Projeto: Carlos Alberto Costa
Coordenação: Adriana Pereira da Silva
Fotos: Claudemir Pires e Edilson Soares
Anúncios: 3056-4068 - Rodrigo Teixeira
Administração backend: Rafael Evaristo
Jornalista Responsável: Adriana Rocha - MTB: 25802